STAGING ENVIRONMENT - SITE DE TEST

As nossas cores

Uma experiência única da cor

Cada tonalidade da tinta de parede Velours de Peinture® é extraída do coração da nossa cultura, do nosso património francês. Da gastronomia à História, passando pelos locais emblemáticos, cada tonalidade tem um significado, um simbolismo, e conta a sua própria história.

Os nomes evocadores Orange Sinagot, Bleu de Sèvres ou ainda Gris Temps de Pluie soam como um convite para desfrutar da experiência da cor.

Blanc Calicot

Este branco ligeiramente matizado com uma ponta de cru dourado lembra o pano de calicó de outrora. Originário da cidade de Calecute, na província indiana de Querala, o calicó designa um tecido de algodão urdido muito natural, de textura algo grosseira.
Desde o século XVII, este tecido macio e leve tem sido utilizado para confecionar vestuário e roupa interior em França. É igualmente utilizado como tecido de modelo para a realização de protótipos em costura. O toque alourado quase impercetível do Blanc Calicot valeu-lhe o seu nome. Este branco subtilmente soalheiro é suficiente para iluminar qualquer divisão e conferir um calor suave ao ambiente.

Gris Temps de Pluie

A nuance Gris Temps de Pluie da Libéron faz referência ao quadro “Rua de Paris em tempo de chuva”, do pintor francês do século XIX Auguste Caillebotte.
As calçadas, os panos dos guarda-chuvas, as fachadas e os telhados dos imóveis haussmanianos harmonizam-se numa paleta de tons brancos, prateados, azuis e cinzentos deslavados, como se, pela sua textura, a chuva unisse as cores num camafeu de tons frios.
Como se de um quadro se tratasse, pintámos as paredes, os artefactos de madeira e os rodapés deste pequeno salão para oferecer um espaço interior pleno de poesia.

Gris Gravure

A arte da gravura remonta ao fim da Idade Média na Europa. A ideia consiste em gravar uma placa de metal para obter um desenho. Uma vez impregnada de tinta, a placa permite reproduzir o desenho invertido no papel.
Existem várias técnicas para gravar o metal, seja diretamente com uma ferramenta de tipo cinzel, seja indiretamente através de um processo químico. Desta forma, a gravura a água-forte utiliza ácidos para escavar o metal, que passa então por diferentes nuances, do cinzento ao preto.
É aqui que reside o segredo da cor Gris Gravure, com este cinza-antracite bem equilibrado, matizado com uma ponta de azul. É a tonalidade perfeita para criar um efeito muito gráfico, que joga com os seus claros-escuros.

Rose Camée

Requintada e preciosa, inspirámo-nos nas nuances rosas do camafeu, essa joia delicadamente esculpida com pedras ou conchas compostas por camadas minerais de diferentes cores.
Como uma escultura em baixo-relevo, o camafeu revela toda a sua delicadeza, o perfil de jovens elegantes, sobre um fundo rosa simultaneamente suave e luminoso.

A cor Rose Camée reveste as paredes do quarto para formar um guarda-joias moderno à volta da chaminé.

Rouge Cardinal

Desde 1245 que as assembleias de cardeais reunidas no Vaticano impressionam sempre visualmente pelo poder desta cor forte, tão espetacular.

A Libéron conservou a sua nobreza e elegância, criando o Rouge Cardinal, um bordeaux escuro e profundo que não deixa ninguém indiferente.

Com forte predileção para a decoração, este vermelho vibrante atribui aos espaços interiores uma atmosfera simultaneamente íntima e sofisticada.

Orange Sinagot

Inspiração bretã para esta tonalidade alaranjada, que vai buscar o seu nome às chalupas de dois mastros que navegam perto do porto de Séné, no golfo do Morbihan.
As velas dessas pequenas embarcações utilizadas tradicionalmente na pesca distinguem-se das dos portos vizinhos pela sua cor única, obtida a partir de uma mistura de sebo e cascas de pinheiro trituradas.
Jogámos com o mobiliário Bleu Klein, em contraste com uma parede de visual alaranjado total, para conferir estilo e caráter a este corredor.

Jaune Calisson

Cor inspirada na tonalidade de aspeto apetitoso deste célebre doce, confecionado a partir de uma fina pasta de melão cristalizado e amêndoas trituradas, coberta com glace royale e depositada sobre um fundo de pão ázimo.

Esta guloseima em forma de pão de leite pequeno, frequentemente perfumada com flor de laranjeira, é uma especialidade de Aix-en-Provence desde o século XV.

É um ocre branqueado, suave e delicado, uma nuance autêntica e contemporânea, muito alegre, num visual pleno para espaços interiores arrojados.

Vert Luxembourg

Ícone do estilo parisiense, a cadeira verde do Jardim do Luxemburgo é de um verde pouco banal, simultaneamente equilibrado e requintado. Não sendo completamente caqui, funde-se com charme e delicadeza nas praças parisienses, mas revela-se igualmente interessante em espaços interiores, graças ao Vert Luxembourg da Libéron.
Verdadeiro verde vegetal, combina na perfeição com materiais nobres e tonalidades minerais. Profundo, revela motivos marmoreados e é sublimado pelos tons dourados ou acobreados. Fonte de equilíbrio, o Vert Luxembourg contrabalança um ambiente frio e sofisticado, para oferecer uma atmosfera acolhedora e natural.

Bleu de Roy

Intenso e profundo, este azul era a cor do uniforme do Regimento da Guarda do Rei, que garantia a sua segurança no século XVI. Após a Revolução, passou a ser a cor da Guarda Nacional.
Como tal, há nobreza e rigor neste símbolo da grandeza francesa. Reencontramos, aliás, uma verdadeira força de caráter no Bleu de Roy da Libéron, com uma tonalidade intensa que confere estilo e elegância a qualquer espaço interior.
A sua profundidade é extremamente calmante numa pequena divisão que possa estar dedicada à leitura, ao passo que irá adquirir um caráter teatral visualmente pleno numa sala de estar.

Bleu de Sèvres

Composto por óxido de cobalto, este azul profundo é uma tonalidade emblemática da Manufacture de Sèvres, criada em 1740 graças a Luís XV e a Madame de Pompadour. O Bleu de Sèvres ornou porcelanas presentes nos apartamentos de Versalhes e, mais tarde, nas mesas imperiais.
Atualmente, quando a Manufacture de Sèvres também edita objetos criados por designers contemporâneos, esta tonalidade mantém-se, para a Libéron, uma cor intemporal e requintada.
O Bleu de Sèvres confere nobreza e modernidade a esta cozinha de aspeto simples.